18 agosto 2008

grande fim-de-semana

Gosto tanto de programas de férias, por mais pequenos que sejam, que incluam campismo, praia e abstracção do resto do Mundo. Sim, porque em três apenas soube que o Benfica tinha empatado com o Inter, que o Sporting aviou os tripeiros e lá levou a Supertaça para casa.

Image Hosted by ImageShack.us
A mala não foi suficiente... Tivemos de roubar um lugar no banco traseiro!

De resto, os últimos três dias resumiram-se a viagens longas mas agradáveis e aprazíveis. Um simpático almoço na movimentada Porto Covo, o desespero de querer encontrar vaga num parque de campismo e não haver, a areia fina e branca das nossas praias alentejanas, a água gelada que refresca e faz bem à circulação, os jantares no parque, a bela da massa com atum, ou então um barbecue digno de inveja, em que até emprestamos as brasas a outros veraneantes. Tudo num espírito de imensa comunhão e, sempre, uma grande amizade. Foi magnífico poder estar com a Paixão, com excelentes amigos, os melhores, e reviver coisas que já não fazia há muitos anos. Tinha saudades das guerras na areia, ou na água. Enfim, pena ter sido apenas três diazitos, mas foram, pelo menos, muito bem vividos!!!

Image Hosted by ImageShack.us
A malta descansa, mas só depois de erguer uma aldeia

A cada experiência na costa alentejana, nomeadamente o sudoeste alentejano, me torno mais adepto da região e ganho mais aversão ao Allgarve, embora goste do Algarve, nomeadamente zonas como a costa Vicentina. Agora Quarteiras, Albufeiras e afins, não obrigado. Prefiro o sossego alentejano e o mar mais mexido e mais frio.

Encontrar sítio para dormir não foi fácil. Acabámos por não ficar em nenhum dos parques de campismo desejados. O do Carvalhal estava cheio e o de S. Miguel, mais perto de Odeceixe também. Ao do Serrão nem fomos, pois uma espanhola que vimos no de S. Miguel já de lá vinha e também não tinha vagas. A solução foi subir até à Zambujeira. Tinhamos espaço para as tendas todas, mas uma hora depois já não entrava ninguém. Foi mesmo por um fio que lá encontrámos o nosso espaço e não tivemos de recorrer à praia para dormir.

Ainda houve um tempinho para estender as pernas e arrefecer o corpo no mar que banha a praia da Zambujeira. É mágico assistir ao pôr-do-sol naquela zona. A massa com atum estava um espanto e, às onze da noite, ainda sabia melhor...

Image Hosted by ImageShack.us
A praia da Zambujeira do Mar

Sábado e domingo a praia do Carvalhal foi a escolhida. E não correu nada mal. Boa areia, um mar magnífico, condições de estacionamento... Pena os preços praticados no bar da praia, mas uma vez não são vezes...

Image Hosted by ImageShack.us
Idem

No sábado à noite ainda saímos na Zambujeira. Foi tão fixe!!! Mas temos de explicar que o Caipirão não precisa de açucar porque ao contrário da cachaça, o Licor Beirão já doce...

Até a viagem de regressa, que se perspectivava difícil e demorada, se fez tranquilamente e sem stress. Afinal, fugir à auto-estrada resultou em pleno. Gastámos menos em combustível, não pagámos portagens e não apanhámos fila.

Image Hosted by ImageShack.us
O pôr-do-sol na Zambujeira do Mar

Depois de tudo isto e muito mais, o fim-de-semana só podia ter sido perfeito!!!

Agora só me faltam as fotos que ainda estão na máquina...

2 comentários:

Namaste disse...

É verdade, as nossas mini mini férias foram mesmo fixes!
Já estou cheia de saudades da praia e das gargalhadas!Estava mesmo a precisar rir assim :)

meio limao disse...

Concordo, foram dias muito fixes :) até consegui não pensar muito nas últimas aventuras do meu bolinhas...
Quero mais!!! :)