21 setembro 2006

Um dia de rali...

No passado fim-de-semana fui fazer a reportagem de mais uma jornada do campeonato nacional de ralis, o Rali Centro de Portugal, prova que se realizou em duas regiões. No primeiro dia, na zona da Marinha Grande e Leiria, enquanto no segundo dia, perto de Pedrógão Grande.

Os dias estiveram óptimos para trabalhar ao ar livre. Apesar de alguns pingos ainda antes da prova ter começado, a chuva nunca chegou a cair com intensidade e, há medida que as horas passavam, o sol marcou a sua presença para, no último dia de rali, nunca ter sido ofuscado pelas nuvens que, assustadas, talvez, não marcaram presença.

Por regra, rali é sinónimo de levantar cedo da cama. No ano passado, nesta mesma prova, eram, creio eu, ainda nem cinco da madrugada quando me levantei da cama. Tudo porque, a propósito de fazer um artigo sobre os parques de assistência, tínhamos (eu e o meu director) de estar presentes ainda antes das equipas chegarem ao local. Um caso excepcional, é certo. No entanto, a experiência diz-me que muitas vezes nem conseguimos tomar o pequeno-almoço no hotel, pois quando saímos ainda este não começou a ser servido.

Mas em Pedrógão tudo foi diferente e, ao contrário do que é normal, pude ficar na cama até às 8h45. Que luxo! Soube bem, soube muito bem.

Durante o dia dividi-me entre um troço que pude ver logo pela manhã e o parque de assistência. Para quem não sabe, não é na estrada que se descobrem as notícias, é sim na zona onde todas as equipas “assentam arraiais”. É aí que podemos falar com os pilotos (quando estes vão fazer manutenção aos carros), com os chefes de equipa, mecânicos, etc. Enfim, com todos os protagonistas de um evento que move umas boas centenas de pessoas e que, todas elas, têm muitas histórias para contar. Interessantes, creio que sim. Umas mais, outras menos.
No final do dia a quantidade de informação é tal que, por vezes, difícil discorrer tudo em breves minutos. Aí, toma-se um café, bebe-se uma água e reflecte-se um pouco. Se é necessário escrever no próprio dia, então há que por mãos à obra. Se não, podemos ir para a cama, descansar e, no dia seguinte, contar tudo o que se aprendeu entretanto.

Deixo aqui algumas fotos que uns amigos me tiraram enquanto eu, concentrado, fazia o meu trabalho. :)


Image Hosted by ImageShack.us
Image Hosted by ImageShack.us

1 comentário:

celina disse...

Eskceste-te do principal!!
Dizer q fost almoçar cmg :)

Foi bom maar as saudds!

Bjitos e continuação de bom trab!